sexta-feira, janeiro 14, 2005

Crescimento

Este espaço continua a crescer em número de "contribuintes". A meta que inicialmente imaginei atingir antes do fim de Janeiro está cumprida. Agora é altura de abrir as portas a outros provocadores e de criaramos o hábito diário de escrita.
Esta história das metas faz-me lembrar aquele princípio segundo o qual só devemos projectar o que sabemos possível de atingir. Assim evitamos a frustração do insucesso. Sabem que estou em completo desacordo com esse postulado?
Acho que só é possível crescer se conseguirmos ir para além do que imaginamos ser possível. É assim que o optimista deve agir. Acreditar para lá do que julga serem as suas capacidades sem medo de falhar. Arrisca tudo porque julga saber que tem a capacidade de se erguer após a queda. Que seria da espécie se o Homo Sapiens tivesse sempre dado o passo à medida da perna? Provavelmente teria as pernas curtas!