segunda-feira, fevereiro 28, 2005

Consciência do futuro

A propósito do "regresso das nuvens", diria que a consciência do futuro (do género "sei que não....") é uma espécie de profecia... que se auto-cumpre.Mas pode ser também uma consciência clara do momento actual que distingue perfeitamente aquilo que não pode acontecer e aquilo que acontecerá (!).... será que essa distinção clara não é feita também nas causas de tal im/possibilidade? E será que ao perceber as causas não poderemos desenvolver uma consciência... também ela clara.... do que precisamos mudar para não deixar que as "profecias" se cumpram... pelo menos aquelas que não têm a luz dos dias claros?
O pote no final do arcoíris, o tal tesouro, pode ser uma decisão, uma descoberta, um sorriso, uma luz, o que se quiser.... seja o que for que simbolize que os profetas da nossa vida, em primeiro lugar, somos nós!
E, logo, podemos encontrar tesouros, mesmo em dias conzentos....